Investidor decidiu apostar tudo no Bitcoin em 2011 e lucra 391.200%

Foto: Reprodução

No começo da década de 2010, o Bitcoin era desconhecido. O círculo de entusiastas da criptomoeda era extremamente limitado. Geralmente, conhecia-se o BTC através de sites como o BitcoinTalk.

Na época, as discussões sobre o Bitcoin se davam em torno da sua possibilidade de sustentar um valor de US$ 2 a US$ 3.

Assim, diversos entusiastas acreditavam que uma escalada no valor do BTC era inviável. Naturalmente, essas pessoas estavam erradas.

No entanto, é importante destacar que alguns investidores já acreditavam no potencial do Bitcoin antes do restante do mercado de criptoativos.

Neste cenário, ganha vida a história de um entusiasta que apostou tudo no Bitcoin ainda em 2011.

O investidor Rick Falkvinge foi um dos primeiros “grandes entusiastas” do Bitcoin. Ainda em 2011 ele decidiu investir toda a sua poupança em Bitcoin.

Não houve um preço fixo, mas se estima que o valor médio da sua aquisição foi de US$ 3 por BTC.

Na época, Falkvinge defendeu a sua opção através de três pontos importantes:

  • Performance: o BTC havia valorizado 1.000 vezes em apenas 14 meses na comparação com o dólar;
  • Utilidade: o BTC suprime a burocracia, as taxas de transação e os atrasos dos intermediários do sistema financeiro tradicional;
  • Fatores técnicos: de acordo com os cálculos de Falkvinge, o BTC valorizaria, no mínimo, mais 1000 vezes,nos anos seguintes.

Retorno do investimento em Bitcoin é de quase 400.000%

No momento da escrita desta matéria, o Bitcoin está cotado a US$ 11.739

Por esse motivo, a valorização do investimento de Falkvinge, levando em consideração o valor de aquisição (US$ 3,00), é de 391.200%.

Dessa forma, o investimento do entusiasta se multiplicou 3.913 vezes.

Fonte: Criptofácil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *